segunda-feira, 15 de outubro de 2007

Marco Mattoli - "Balanço Bom É Coisa Rara" 1996/1997

RARISSIMO:

Mattoli é um dos membros fundadores do Clube do Balanço, um coletivo de músicos apaixonados pelo estilo. Mattoli lançou este excelente álbum em 1996/1997, altamente influenciado por Jorge Ben e Bebeto!! Os vocais cool de Mattoli e seu violão ditam o ritmo das faixas, pontuando cada uma dela com uma vibe sambística maravilhosa. Álbum difícil de ser encontrado, porém a oportunidade de conseguí-lo está AQUI!!!, E como sempre pra trazer boa musica e raridades pra vocês o musicadaminhagente.blogspot.com, como sempre coloca a disposição de todos mais uma peróla de seu raro acervo. Não percam!!
Dentre os participantes desse album (que tempos depois, iria dar origem ao CLUBE DO BALANÇO), temos os "Clubistas" Tiquinho (trombone) e Eduardo "Peixe" Salmaso (bateria), além de Bruno Bona (teclados) e Reinaldo Chulapa (baixo) (que mais tarde junto com Marcelo Munhoz fundaria o Sambasonics), a atriz e cantora Adriana Lessa e a cantora (e irmã do Edu Peixe) Monica Salmaso.
Poucos no Brasil fizeram tanto pelo renascimento do samba rock em São Paulo quanto Marco Mattoli, fundador do Clube do Balanço. Seu grupo faz um trabalho de resistência cultural, e desde a sua fundação, 1999, tem como principal mérito, ter feito renascer o samba-rock nas noites da cidade.A história musical de Mattoli se confunde com toda essa retomada do samba-rock no circuito musical brasileiro. Mattoli começou sua carreira fundando a banda Guanabaras, uma proposta de fazer uma música pop, mas de raiz genuinamente brasileira. Com o sucesso da música "Correndo ao encontro dela", conheceu o universo dos grandes bailes Black de São Paulo. Passada a fase dos Guanabaras, gravou o CD “Balanço Bom é Coisa Rara”, já com a participação de Luiz Vagner na canção “Segura a Nega”. Desse primeiro trabalho, nasceu a semente do Clube do Balanço, pois o disco já contava com a participação de Edu Peixe, Gringo, Fred Prince e Tiquinho. E foi com essa formação que o projeto foi se lapidando e deu origem ao Clube do Balanço. Samba rock, é uma forma de dança dos bailes negros da periferia de São Paulo, que existe desde os anos 60. É uma forma de dança que mistura samba no pé, gafieira, salsa e rock. A trilha peculiar dos bailes mistura samba, sambalanço, jazz e Rithm & Blues de uma forma eclética só encontrada nestes ambientes. O baile nostalgia resiste a mais de trinta anos como uma forma única de expressão urbana do negro paulista. O Clube do Balanço no final dos anos 90 leva a tradição dos bailes para o público classe média que num momento de redescoberta da grande música negra dos anos 60 e 70 começa a freqüentar e lotar os shows da banda.
Sintam só a pedrada:
01 Intro
02 Balanço
03 Segura a Nega(Com Luiz Vagner)
04 Aeroporto
05 Saudades da Preta
06 Orayeye
07 Ela é Demais
08 Pobre de Deus
09 Santa Paciencia

2 comentários:

Aquelarre Joe disse...

Opa velho.... o do matolli vc descolou? O do Nereu eu tenho o cd...depois eu upo e passo pra vc, ok?

Fabricio disse...

Nossa
Esse fim de semana inteiro no auditorio ibirapuera vai ter o show do clube do balanço dias 9, 10 e 11 de novembro
imperdivel
da uma olhada no site
www.auditorioibirapuera.com.br
quem gosta não pode perder
valeu
abraços fabricio