sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Simone et Roberto Ribeiro avec João de Aquino - À Bruxelles - Brasil Export 73

RECOMENDO !!!!


Maravilha, simplesmente Lindo !!!
é o que se pode dizer do violão de João de Aquino, costurando ora com Simone, ora com Roberto Ribeiro este disco produzido por Hermínio Bello de Carvalho especialmente para o mercado belga. Sim, os dois cantores começaram de forma inversa, consquistando primeiramente a Europa, para,muito depois (no caso de Simone) ser aceita por estas bandas. O disco traz pontos de macumba, sambas de roda da Bahia, o Voltei Pro Morro (Vicente Paiva-Luiz Peixoto), gravada décadas antes por Carmen Miranda, aqui em versão bem diferente, em duas partes e um surpreendente Roberto Ribeiro cantando Berimbau (Baden Powell-Vinícius de Moraes) e Manhã de Carnaval(Luiz Bonfá-Antonio Maria). Ponto alto para o final, num dueto dos dois, em De uma noite de festa (Marcelo Melo-Fernando Filizola). Em tempo, Fernando Lobo assina o comentário de contracapa. Desse disco, apenas saíram em formato digital as faixas "Voltei Pro Morro", "Não Tenho Lágrimas" e "Manhã de Carnaval", em coletâneas paupérrimas.
Simone et Roberto Ribeiro avec João de Aquino - À Bruxelles - Brasil Export 73
Levados pelo produtor Hermínio Bello de Carvalho para a feira Brasil Export em Bruxelas, Simone e Roberto Ribeiro gravaram este disco em 1973 ao lado do violonista João de Aquino. O repertório vai de "Berimbau" (Baden Powell/Vinicius de Moraes) (no violão tenso de João de Aquino) a "Manhã de Carnaval" (Luiz Bonfá/Antonio Maria) (na interpretação de Roberto Ribeiro), passando por "Voltei pro morro" (Luiz Peixoto/Vicente Paiva Ribeiro), "Não tenho lágrimas" (Milton de Oliveira/Max Bulhões) e "Lamento Negro" (Humberto Porto/Secundino). Destaque para três sambas-de-roda adaptados por Simone:"Que navio é esse?", "Lavadeira do Taboão" e "Vai lavar o siri".

Download: Simone et Roberto Ribeiro avec João de Aquino - À Bruxelles - Brasil Export 73

Um comentário:

wrmonjardim disse...

Daniel, tô atrás desse disco a um bom tempo. Mas todo link que acho está quebrado, inclusive este. Dá pra conseguir uma repostagem? À propósto, também não consegui "Expo som (1973)" e "Gota d'água (1975)", ambos da Cigarra. Se você puder postá-los, dou-lhe um beijo virtual :-)) E, sem preconceito, cara, porque eu não sou gay...