sábado, 15 de março de 2008

Nelson Sargento - Sonho de um sambista - 1979








Salve, Salve,Salve queridos amigos, talvez essa seja uma das principais postagens que coloco no nosso blog, mas até fico meio sem palavras, ou seja, o que mais dizer desse icone do samba e da musica nacional? O Nelson é simplesmente o sumo de tudo, amigo de todos os bambas, e uma pessoa maravilhosa, por isso pessoal, por favor baixem esse disco e reflitam no que teve de trajetoria a nossa musica, a verdadeira musica que nos mexe e nos alimenta e nos anima, por isso deleitem-se...

Lado B

Saravá


Compositor, cantor, pesquisador da música popular brasileira, artista plástico, ator e escritor, Nelson Sargento nasceu Nelson Mattos, no Rio do Janeiro, na Santa Casa da Misericórdia, na Praça XV, no dia 25 de julho de 1924. Filho de Rosa Maria da Conceição e Olímpio José de Mattos.
Trata-se de um artista multimídia: é compositor, cantor, pesquisador da música popular brasileira, artista plástico, ator e escritor. Despontou para a música na adolescência, quando Alfredo Português, seu pai de criação e importante compositor do Grêmio Recreativo Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, descobriu o grande talento que surgia. Compuseram em 1955 o samba-enredo "Primavera", também chamado de "As quatro estações do ano", considerado um dos mais belos de todos os tempos.
Nélson integrou o conjunto A Voz do Morro, ao lado de Paulinho da Viola, Zé Kéti, Elton Medeiros Jair do Cavaquinho, José da Cruz e Anescarzinho. Entre os seus parceiros de composição musical, estão Cartola, Carlos Cachaça, Darcy da Mangueira, João de Aquino, Pedro Amorim, e Daniel Gonzaga.
Ele chegou aos 78 anos no auge da sua carreira. Seus sambas e seus quadros são cada vez mais numerosos e mais bonitos. O segredo para permanecer tanto tempo em destaque pode ser atribuído à tranqüilidade com que sempre enfrentou os problemas e a paciência e a habilidade de que sempre utilizou para resolvê-los. É permanente alvo de grandes homenagens tanto de pessoas quanto de instituições. Uma das mais belas, sem dúvida, partiu dos compositores Aldir Blanc e Moacir Luz, autores de um samba em que ele é classificado como o "mestre dos mares, que singra as águas da baía", e assim definido: "Ele é um samba de quadra da Mangueira/ que Deus letrou/ Dá aula sobre a cidade/ E nesta Universidade é o Reitor."

O seu CD "Flores em Vida" foi indicado para concorrer ao Prêmio Grammy Latino, na categoria de melhor álbum de samba. Nélson foi para Los Angeles com a mulher acompanhar a premiação, e pretende dar início à gravação do seu próximo CD, que já conta com algumas músicas compostas e com um título dos mais sugestivos: "Sorte".

Download: Nelson Sargento - Sonho de um sambista - 1979

2 comentários:

Akinogal disse...

This comment has been removed because it linked to malicious content. Learn more.

Wagner disse...

Grande disco...
Nelson Sargento, mestre do samba!!!

parabéns