quarta-feira, 16 de abril de 2008

Waltel Branco - Meu Balanço - 1975

Simplesmente Perfeito, Perfeito, Perfeito!!!
Isso é uma ordem pelo bem da boa musica, baixem este disco pelo amor do Nosso Pai!!!

Eis o Mestre, um super artista, que é venerado por todos, pela simpatia, e pela qualidade de seu trabalho, impecavel este trabalho, um dos melhores se nao o melhor disco de funk nacional, onde ele mesmo fala que sua melhor influencia foi Mandrill (? pesquisem *rs), por isso apreciem e deleitem-se!!!
OBS: Este post foi tirado do blog parceiro SacundinBenBlog, um blog pra quem tem sacundin!!!
Saravá!!!
Lado B


De família de músicos, iniciou sua formação musical em Curitiba, aos 12 anos estudando violão com o maestro Bento Mussurunga. Alguns anos mais tarde, estudou canto gregoriano no Seminário dos Beneditinos, no Paraná. Na década de 1950, mudou-se para os Estados Unidos, apresentando-se com grandes nomes do jazz.
O ano era 1975 Waltel tinha acabado de gravar um disco com Roberto Carlos e como tudo foi rápido, sobraram algumas horas de estúdio a serem usadas, o produtor pergunta se Waltel não quer fazer um disco com aquelas horas, ele aceita e é assim que nasce um dos melhores discos de Funk Brasileiro: "Meu Balanço". Segundo o próprio Waltel essa jóia foi concebida ali no calor da hora, simples assim, sim, simplesmente fenomenal, basta ouvir uma única vez que é inevitável não querer reouvi-lo. Waltel inicia o volume com uma versão da clássica "Luar Do Sertão" que faria Catulo Da Paixão Cearense (que era careca) vestir um piruca BlackPower e sair sacundindo no funk. Os demais temas são todos temas originais e seguem a mesma linha da composição de "Catulo": funks de primeiríssima qualidade intercalados com alguns temas mais calmos. É um álbum bastante raro no Brasil, porém, existem reedições na Europa toda, a única vez que topei com o vinil disso aí infelizmente tava sem grana alguma, e por ser da época originalzinho não tava baratinho não rsrsrsrs.
Os temas de uma forma geral caberiam em qualquer filme policial da década, uma peninha eu não saber da ficha técnica, até essa é uma boa coisa pra se tentar conseguir, mas enfim, no momento não sei quem tocou no disco. Meu destaque vai para as seguintes faixas: A faixa título "Meu Balanço", "Lady Samba", "Jael", "Satirycon" e "Zoraia". Esse é de fato indispensável, logo, se você ainda não conhece: demorou! Baixe logo e escute no último volume!!!

A Ficha técnica é a seguinte:

Arranjos e Regências: Waltel Branco

ORQUESTRA DE CORDAS "CBS" Regência Mario Tavares
Trumpetes:Formiga-Maurilio-Darcyr e Marcio
Trombones:Edmundo Maciel-Sylvio-Nelsinho
Trombone-Baixo:Flamarion
Flauta:Jorginho
Sax Alto e Soprano:Netinho
Sax Baritono:Aurino
Sax Alto:Meirelles e Jayme Araujo
Baixo:Luizão e Sergio Barroso
Bateria:Paulinho e Picole
Guitarras:Helio Capucci e Waltinho
Tumbadoura:Hermes
Cuica:Nenem
Piano:Sergio Carvalho
Harpa:Maria Celia
Baixo Acustico:Juan Cacopianko
Ritmo:Gilson de Freitas
Tecnico de gravação e mixagem:Emiliano
Arregimentador:Gilson de Freitas Couto Mello
Montagem:Mario Rebelo
Fotos:Walter D'Avila Filho
Efeitos fotográficos:Armando Canuto
Lay-out:Géu

Dir. Artística:
Walter D'Avila Filho

Assista o Curta,um pequeno documentario de 2005 sobre o mestre, clique aqui!!!

Download: Waltel Branco - Meu Balanço - 1975

2 comentários:

Ennião disse...

Esse cd é pegada da hora mesmo. Já sacou um com versões de Henry Mancini? Muito bom tb. Falando em Mandrill olha um link dum cd bala: http://www.4shared.com/file/54512371/10f1c082/1973_-_Mandrill_-_Composite_Truth.html

abraço nos conterrâneos, falou!

will disse...

o link do lp meu balanço ta invalido. quem tem a luz de oferecer um link valido aqui no blogger? quero muito esse registro.